segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Insensíveis

Artigo escrito professor: Edson Silva.Pela natureza do meu trabalho profissional costumo andar muito de carro pelas cidades da Grande Florianópolis, e uma situação que tem me deixado extremamente triste e indignado é ver como determinados tutores, não são donos como eles pensam, tratam os “seus” animais de criação. Cavalos, bois, vacas, porcos e outros animais são colocados em pastos desprovidos de árvores ou qualquer tipo de abrigo contra o Sol escaldante do verão, cuja temperatura média em Florianópolis tem sido em torno de 30 graus! Muitas vezes observo que os animais ficam horas nesse suplicio, inclusive sem água, ou quando deixam água, a mesma fica exposta ao Sol. Absurdo! Gostaria de ver se esses indivíduos aguentariam ficar sem água, ou com água quente para beber, sem um lugar para se abrigar do Sol e de outras intempéries, como uma chuva forte. São verdadeiros abutres da vida alheia, o pior que muitos desses animais, depois de viverem uma vida miserável e desgraçada ainda têm como fim último a morte, para que estes mesmos indivíduos idiotas lucrem com seus corpos! Essa é a espécie que se intitula Homo sapiens!

Freeimages

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

A tortura da marcação em animais

Artigo escrito professor: Edson Silva.

Parece absurdo, porém em pleno século XXI ainda vemos coisas grotescas acontecer com relação à vida dos animais. O homem, essa espécie que se auto-intitula Homo sapiens, parece não se importar com o sofrimento das outras espécies animais. Uma das torturas mais insanas é a marcação de animais a ferro quente, principalmente em regiões sensíveis do corpo, como a face do animal. Felizmente o número de pessoas sensíveis e indignadas com práticas cruéis contra os animais tem crescido consideravelmente.  Por ocasião do XXXIV - Encontro Anual de Etologia - Unesp - Jaboticabal - São Paulo, de 2016 , o Prof. Dr. Mateus José Rodrigues Paranhos da Costa, do Departamento de Zootecnia, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias – UNESP Jaboticabal – SP, lançou uma Carta Aberta ao Ministro da Agricultura Blairo Maggi, sobre a preocupação com esses animais que sofrem essa dor injustificável. Dando inclusive ideias alternativas para a superação dessa prática cruel e desnecessária. Para ler o conteúdo na íntegra acesse o link:  http://www.etologiabrasil.org.br/sbet/Mocao_Marca_a_fogo_carta_aberta.pdf