quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

A tortura da marcação em animais

Parece absurdo, porém em pleno século XXI ainda vemos coisas grotescas acontecer com relação à vida dos animais. O homem, essa espécie que se auto-intitula Homo sapiens, parece não se importar com o sofrimento das outras espécies animais. Uma das torturas mais insanas é a marcação de animais a ferro quente, principalmente em regiões sensíveis do corpo, como a face do animal. Felizmente o número de pessoas sensíveis e indignadas com práticas cruéis contra os animais tem crescido consideravelmente.  Por ocasião do XXXIV - Encontro Anual de Etologia - Unesp - Jaboticabal - São Paulo, de 2016 , o Prof. Dr. Mateus José Rodrigues Paranhos da Costa, do Departamento de Zootecnia, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias – UNESP Jaboticabal – SP, lançou uma Carta Aberta ao Ministro da Agricultura Blairo Maggi, sobre a preocupação com esses animais que sofrem essa dor injustificável. Dando inclusive ideias alternativas para a superação dessa prática cruel e desnecessária. Para ler o conteúdo na íntegra acesse o link:  http://www.etologiabrasil.org.br/sbet/Mocao_Marca_a_fogo_carta_aberta.pdf