segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

Hachiko, a história de um cão e seu tutor

Hachiko (em japonês: ハチ公), conhecido em japonês como cão fiel Hachikō (忠犬ハチ公, chūken Hachikō?)" (Odate, 10 de novembro de 1923 - Shibuya, 8 de março de 1935) foi um cão da raça akita, até hoje lembrado por sua lealdade ao dono, e que perdurou mesmo após a morte deste.
Em 1924, Hachikō foi trazido a Tóquio pelo seu dono, Hidesaburō Ueno, um professor do departamento de agricultura da Universidade de Tóquio. O professor Ueno, que sempre foi um amante de cães, nomeou-o Hachi (Hachikō é o diminutivo de Hachi) e o encheu de amor e carinho. Hachikō acompanhava Ueno desde a porta de casa até à, não distante, estação de trens de Shibuya, retornando para encontrá-lo ao final do dia. A visão dos dois, que chegavam na estação de manhã e voltavam para casa juntos na noite, impressionava profundamente todos os transeuntes. A rotina continuou até maio do ano seguinte, quando numa tarde o professor não retornou em seu usual trem, como de costume. A vida feliz de Hachikō como o animal de estimação do professor Ueno foi interrompida apenas um ano e quatro meses depois. Ueno sofrera um AVC na universidade naquele dia, nunca mais retornando à estação onde sempre o esperara Hachikō.  Fonte: wikipédia.
Para ler mais sobre essa história acesse:https://pt.wikipedia.org/wiki/Hachiko ou
  http://portaldodog.com.br/cachorros/curiosidades/a-verdadeira-historia-de-hachiko/